Loading...
NOSSA PROPOSTA

Este blog é uma realização de jovens jornalistas da Universidade Salgado de Oliveira, em Niterói, trazendo o que acontece na cidade e adjacências nas áreas de educação, moda, cultura, lazer, esportes, política, economia, responsabilidade social e temas da atualidade, destacando o jornalismo comunitário.

Pesquisar este blog

segunda-feira, 11 de junho de 2012

RIO+20 TEM POUCA ADESÃO DE VOLUNTÁRIOS DEFICIENTES


Renato Landim

Às vésperas do início da Conferência rio+20, a adesão de pessoas com deficiência pelo programa voluntário do evento ficou abaixo das expectativas.  A constatação partiu do secretário nacional da Rio+20, Laudemar Aguiar, ao salientar que dentre os 1.191 selecionados, somente 50 possuem algum tipo de deficiência.

O ministro destacou que o número representa uma taxa menor do que a proporção de pessoas com deficiência na população brasileira. De acordo com o IBGE, 24,5% dos brasileiros têm algum tipo de deficiência. Laudemir Aguiar lembrou que na Conferência, essa taxa cai para apenas 4%, o que, segundo ele, demonstra o desafio da inclusão social que o Brasil terá pela frente.

Para o ministro, muitas vezes os deficientes nem chegam a se inscrever em processos seletivos imaginando a dificuldade que terão para superar obstáculos, mas ele frisa que os voluntários da Rio+20 vão mostrar que isso é possível. Aguiar lembrou ainda que o Riocentro, principal palco das discussões do encontro, é totalmente acessível aos deficientes. O portal Terra mostrou que um dos poucos voluntários com deficiência é o cadeirante Luiz Cláudio Pontes. A Rio +20 será seu primeiro evento internacional, embora tenha experiência em convenções locais. “Vamos ter alguma dificuldade sim, mas para quem tem deficiência isso faz parte da rotina diária”, disse Pontes, que durante 15 dias vai atuar no Píer Mauá, na zona portuária da cidade. 
Mais de mil voluntários vão trabalhar na Rio+20. (foto:Daniel Ramalho/Terra)


Jovem cego executa o Hino Nacional Brasileiro na cerimônia de formatura de voluntário. O evento foi também  traduzido na linguagem dos sinais para os deficientes auditivos (foto:Daniel Ramalho/Terra)




Nenhum comentário:

Postar um comentário