Loading...
NOSSA PROPOSTA

Este blog é uma realização de jovens jornalistas da Universidade Salgado de Oliveira, em Niterói, trazendo o que acontece na cidade e adjacências nas áreas de educação, moda, cultura, lazer, esportes, política, economia, responsabilidade social e temas da atualidade, destacando o jornalismo comunitário.

Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de junho de 2011

PARA OS FASHIONISTAS DE NITERÓI

Projetado por Oscar Niemeyer, o Teatro Popular de Niterói recebe primeira edição do evento de moda.
Para quem sentia falta de agitação no mundo fashion por Niterói, já pode escolher o modelo para o próximo evento, que tem dia e hora marcados. Nesta quinta-feira (30), no Teatro Popular da cidade, acontece o Niterói em Moda.
Unindo palestras, desfiles, oficinas, espaços interativos de beleza e arte, exposição de fotografias e shows, a proposta é gerar negócios, integrar profissionais e estudantes de moda, além de estimular o crescimento e a organização do setor. O evento, que conta com patrocínio da Universo e do Sistema Firjan, terá palestras em mesas-redondas,  presença de estilistas e consultoras de moda, oficinas e cursos e desfiles, é claro.
A abertura dos portões será às 14h e o encerramento às 23h20. A entrada é gratuita. Basta cadastrar-se pelo link. Para conferir a programação completa do evento, visite o site oficial.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

NITERÓI ACESSÍVEL CHEGA A SANTA BÁRBARA

Renato Landim
A sétima edição do evento “Niterói Acessível” será realizada nesta quarta feira, dia 29, entre 14 e 18h, na Praça de Esporte João Saldanha, em Santa Bárbara.O projeto da Secretaria de Acessibilidade de Niterói vai oferecer serviços gratuitos, em especial para as pessoas portadoras de deficiência.
O público terá informações sobre o Transporte Ponto a Ponto, orientações de saúde e direito, além de tirar dúvidas quanto ao Cartão Especial de Estacionamento de Pessoa Idosa, entre outros serviços de cidadania. No evento serão dadas também dicas de estética e de beleza. O dia será marcado ainda por uma programação cultural e distribuição de brindes.
A secretária Tânia Rodrigues afirmou que o objetivo do projeto é oferecer vários serviços aos moradores de Santa Bárbara, sobretudo aos portadores de deficiência.  “Estamos ampliando  este evento numa grande campanha de conscientização e prestação de serviços para que cada vez mais Niterói se torne uma referência em cidade acessível”, ressaltou.

domingo, 26 de junho de 2011

Parado no tempo

O Niterói Shopping passa por sérios problemas nos últimos anos. Falta de opções na praça de alimentação, além de problemas estruturais, tem afastado cada vez mais o consumidor do centro comercial mais antigo do município.
As vésperas de completar 26 anos, a praça de alimentação tem sofrido com as ausências das principais lanchonetes, como Compão, Bobs, Habibs e Subway, o que colabora com o afastamento do público. A situação ainda piora, devido a localização do McDonalds, na entrada do shopping, evitando que o público procure a praça. “Opto pelo McDonalds porque é mais fácil. A praça de alimentação é tão escondida, mal localizada, que faz muito tempo que nem vou lá”, afirmou Thaís Almeida.
Outra questão que afeta o shopping é a quantidade de problemas estruturais que possui, um deles é o acesso ao estacionamento, que apesar da fácil localização, fica próximo a áreas de risco. “Não vejo dificuldades, acho que é fácil chegar. O problema é a localização, fica de cara para a favela”,  disse Maria de Lurdes.
Mais um ponto negativo na estrutura é o estado que se encontram os banheiros do centro comercial, ultrapassados. Uma funcionária que preferiu não se identificar, comentou a questão. “Acho que os banheiros daqui precisam de algumas mudanças. O do segundo e terceiro pisos até são bons, mas o do primeiro é o pior, até porque vem muita gente de fora”.
A administração foi procurada, mas o responsável pela área de comunicação não foi encontrado para falar do assunto e a secretaria achou melhor manter-se em silêncio. Resta saber durante quanto tempo os frequentadores do Niterói Shopping passarão por esses problemas. 

Grupo: Clayton Genelhu, Evye Mendes, Guilherme Bernard, Diego Souza, Guilherme Muniz, Tiago Gomes e Thais Ribeiro

Itacoatiara recebe etapa do Circuito da Federação de Surfe do Estado

Com previsão de ondas de até um metro, o paraíso dos surfistas, a praia de Itacoatiara sediará a 2° Etapa do Circuito da Federação de Surfe do Estado neste sábado e domingo.O evento, que conta com o apoio da Secretaria municipal de Esportes, começa às 8h e reunirá atletas de até 18 anos. De acordo com os organizadores, cerca de 100 jovens disputam a competição, divididos nas categorias mirim (até 16 anos), júnior (até 18), longboard júnior (até 18) e especial, dedicada aos portadores de necessidades especiais.
Atletas de estados como Espírito Santo e São Paulo também são esperados no torneio, que serve como seletiva para o Campeonato Brasileiro amador. De acordo com a assessoria do evento, esta é uma grande opurtunidade para o desenvolvimento de atletas que buscam colocar o Brasil no topo do surf mundial. “Niterói não recebia uma prova deste circuito desde 2007. É importante trazer este tipo de evento para a cidade que tem tanta tradição no surfe”, afirma Renato Bastos, um dos organizadores da etapa niteroiense da competição. A terceira etapa será disputada nos dias 3 e 4 de setembro, na Barra da Tijuca.Os campeões da primeira fase e atuais líderes do ranking, são: Thiago Barcellos (júnior), Lucas Chumbinho (mirim), Karol Ribeiro (feminino Júnior), Gabriel Vitorino (longboard júnior) e William Fontes (especial).




por Amanda Rezende

sábado, 25 de junho de 2011

Ginástica Local de volta em Icaraí

Com o objetivo de incentivar à prática esportiva no município, a Secretaria de Esportes de Niterói lança, na sexta-feira (01/07), as aulas de Ginástica Local. A atividade, ministrada por professor da área, será oferecida de forma gratuita, na Praia de Icaraí, na altura da Rua Alvares de Azevedo. Ao todo serão disponibilizados 40 vagas para adultos.
Inicialmente, as aulas ocorrerão às segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 9h. As inscrições devem ser feitas no próprio local, onde haverá um banner da Secretaria. Além disso, os interessados devem apresentar o atestado médico. Além das recentes atividades na Praia de Icaraí, a Secretaria mantém em pleno funcionamento os quatro núcleos do Programa de Iniciação Esportiva, que oferecem, gratuitamente, uma série de atividades para crianças  e adultos de segunda a sexta-feira.


por Amanda Rezende

quinta-feira, 23 de junho de 2011

EDUCAÇÃO INCLUSIVA É TEMA DE DEBATE NO MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO

Renato Landim

O Ministério Público do Rio de Janeiro realizou, semana passada, um debate sobre o direito das pessoas com deficiência à educação. No encontro, representantes da sociedade ligados ao tema compartilharam experiências com integrantes do Poder Judiciário. O subprocurador geral de Justiça de Direitos Humanos, Leonardo de Souza Chaves, ressaltou a importância da educação inclusiva. “O papel do Ministério Público deve ser o de realizar debates considerando a ideia de educação de qualidade.

O deputado federal Otávio Leite (PDSB-RJ) também participou do debate e destacou o peso que o tema educação inclusiva vem ocupando na sociedade. Ele destacou a tramitação no Congresso Nacional do Plano Nacional de Educação, que pode determinar o fim de escolas especiais como o Instituto Nacional de Surdos e o Instituto Benjamin Constant. A promotora de Justiça Bianca Mota de Moraes, titular da Promotoria de Proteção à Educação na cidade do Rio de Janeiro, falou sobre suas experiências ligadas ao direito à educação. Ela salientou que, frequentemente, encontra atitudes excludentes, não apenas na escola, mas em toda a sociedade. “Precisamos incutir o sentimento inclusivo, e todos os setores precisam interagir para minimizar as dificuldades da inclusão escolar e social”, afirmou a promotora.

Outra contribuição relevante foi da procuradora da República do MP em São Paulo Eugênia Gonzaga que falou sobre aspectos legais relacionados à garantia da educação inclusiva. Em seu pronunciamento, ela destacou os artigos da Constituição que lidam sobre educação escolar e criticou o que considerou falta de interesse de muitas escolas em se adequarem para receber pessoas com deficiência. A procuradora alertou para os casos de bullying sofridos por deficientes, tanto por parte de alunos, quanto de professores.

Palestrantes do debate sobre educação inclusiva no Minsitério Público do RJ (foto: divulgação)

terça-feira, 21 de junho de 2011

TÁ NA CABEÇA

POR EVYE MENDES

Chapéu é coisa de praia, calor, sol e verão, certo? Errado! Neste inverno eles estão com tudo. Saem de cena os de palha e muita cor para dar lugar aos de tom mais sóbrio e materiais mais grossos. Das toucas de lã para aquecer até os fedora para enfeitar, este acessório promete dar o toque que falta no seu look.
 O fedora é um clássico que já fez sucesso em outras décadas. Ele segue o modelo Panamá, com abas mais curtinhas e uma fita. Apesar de básico, o acessório feito de feltro dá um ar elegante a qualquer produção básica.
Ainda mais charmosos, o cloche, queridinho dos anos 20, e o chapéu-coco, adaptado do armário masculino, são para as mais românticas. Também de abas curtinhas e materiais como lá e feltro, combina com looks delicados e simples.
Completando a lista dos queridinhos do inverno, não poderiam faltar as boinas e as toucas, é claro. Do sofisticado ao básico, elas vêm com inúmeras variações: de lã, em crochê, de tricô, estampadas, animal print, de pele sintética, com brilhos, com abas.

A infinidade de modelos e opções traz a oportunidade de proteger as orelhas do ventinho gelado, aquecer a cabeça, complementar o visual e ainda esconder o cabelo nos dias de rebeldia. Use e abuse dessa tendência!

domingo, 19 de junho de 2011

Três anos de Lei Seca

Há três anos em vigor, a Lei Seca já salvou milhares de vidas e reduziu o número de acidentes. Mas este projeto só existe no Rio de Janeiro, pelo menos por enquanto. Isso porque, o criador deste trabalho, o deputado Hugo Leal (PCS/RJ) pretende ampliar esta operação para todo território nacional.
O deputado também anunciou que um novo projeto para aumentar a pena aos motoristas que forem flagrados no bafômetro esta em votação na Câmara dos Deputados, de Brasília. Hugo também afirmou que novas formas de provas para comprovar a embriaguez estão avaliadas.
“Quando criei a lei, sabia que a retirada da alcoolemia era arriscada. Não esperava a repercussão e a recepção positiva da população”, disse o deputado.
A Operação Lei Seca, que entrou em vigor em 19 de março de 2009, é um desdobramento de sucesso da lei 11.705/08, que ficou conhecida internacionalmente pelos resultados obtidos. O Rio é um dos poucos estados que se adequou totalmente à lei de alcoolemia zero ao volante.


Clayton Genelhu

ANÚNCIO DE DÍVIDAS PELO SMS É REPROVADO PELO ORGÃO DE DEFESA DO CONSUMUIDOR

Se pagar contas através  de faturas, ou por chamadas  telefônicas, já é um grande incômodo, e se não bastasse surge uma péssima novidade, a cobrança de dívidas por SMS. Preocupado com tal novidade o (PROCON) Orgão de Defesa do Consumidor se pronunciou de forma desfavorável ao fato. Conforme declarações do Coordenador do Orgão no Rio de Janeiro, Carlos Alberto Cacau de Brito: " o torpedo pode causar constrangimento aos clientes. A Instituição não vê isso como uma boa prática", argumentou Brito.


Hevertom Marinho

RIO SOB AMEAÇA DOS CHEFÕES DO TRÁFICO

Numa articulação bem orquestrada por advogados, adicionado as brechas da Lei, traficantes voltam ao Estado do Rio. Três deles já estão no complexo de Gericinó: Nei da conceição Cruz vulgo-Nei Facão, Cássio da Mangueira e Fabio Pinto dos Santos o Fabinho do São João. Como se não bastasse, esta tragédia abriu precedente pra que advogados de Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar se animasse com o possível retorno ao Rio de Janeiro. Na expectativa  de que nossos Magistrados cumpram seu dever  de preservar as Leis  em prol da segurança do cidadão, estes que mostraram assustados com esta péssima noticia, aguardam uma decisão favorável não só na causa da população como da Ordem e da preservação do bem maior á Vida.


Heverton Marinho

sexta-feira, 17 de junho de 2011

BÁBBY INAUGURA CT NA ANDEF

Texto e fotos: Renato Landim

A Andef ganhou um núcleo do Centro de Treinamento do jogador de basquete Bábby, pivô do Flamengo no último NBB. Um evento na quadra da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos, em Rio do Ouro, marcou, no sábado, dia 11, o apadrinhamento do atleta junto a equipe de basquetebol em cadeira de rodas da instituição. Além disso, a iniciativa vai permitir que jovens de comunidades carentes e pessoas com necessidades especiais façam cursos de capacitação, sendo acompanhados por técnicos e médicos, alguns deles do exterior.

O espaço em Niterói é o terceiro núcleo no país inaugurado por Rafael Araújo, curitibano de 30 anos, com passagem pelo Utah Jazz, da NBA, a liga de basquete dos Estados Unidos. Por sua vez, a Andef vai ceder instalações e fica responsável por aulas de inglês, português e informática. Bábby irá promover clínicas com os jovens em diversas modalidades. Aqueles que se destacarem, depois de passar por peneiras, vão receber todo incentivo no esporte, podendo jogar e estudar fora do Brasil.

O ponto alto da festa foi um amistoso entre as equipes de basquete de cadeira de rodas da Andef e da Adezo. Perto do fim do jogo, Bábby entrou na partida e deu um exemplo de inclusão social. “Jogar com a cadeira é muito difícil, mas fiz até algumas cestas. Eles estão de parabéns e espero contribuir para o sucesso do pessoal da Andef”, disse Bábby.

No intervalo, o grupo de dança Corpo em Movimento da Andef fez uma apresentação que contagiou a todos, inclusive as crianças dos projetos sociais Basquete de Rua do Cezarão Santa Cruz. Bábby contou que sempre pensou em trazer um programa desse tipo para o Brasil, baseado em sua experiência no exterior. O jogador contou que o esporte mudou os rumos de sua vida e que tem raízes nas comunidades carentes. “Mais do que fazer atletas, nosso pensamento é formar cidadãos”, completou.
Bábby e o time de basquete de cadeira de rodas da Andef

Bábby(com a bola) tentando um passe no amistoso contra a Adezo

Grupo Corpo e Movimento durante apresentação no intervalo do jogo amistoso.Emocionou a todos

Resultado Oficial do Campeonato Tim Surf em Itacoatiara

         Foi realizado nesse ultimo final de semana 10 e 11 de junho, a segunda etapa do campeonato Tim Surf na praia de Itacoatiara, Niteroi.O mar esteve praticamente flat, com leve ondulação de Sudeste e ondas de apenas meio metro. Apesar das fracas condições para a prática do surf, os finalistas das categorias mirim, junior, master, feminino e open garantiram bons resultados. O campeonato faz parte do Circuito Estadual de Surf Amador e, no final do ano, o vencedor de cada categoria também será reconhecido como Campeão Estadual. 
        Nesta segunda etapa, alguns resultados repetiram os da primeira. Luis Felipe, na categoria Open, foi novamente o primeiro colocado. Yan Guimarães e Bruno Brito repetiram a dobradinha na categoria Junior. Já no Feminino, Mariana Uchoa e Michele des Boullons inverteram suas colocações. Entre os Mirins, Diego Silva saiu vencedor e, na Master, o primeiro lugar desta vez ficou com Hugo Pacheco.  
        O Campeonato TIM Surf faz parte da estratégia da operadora que já realiza outros projetos ligados ao esporte
        Com mais esta inciativa, a TIM demonstra todo seu comprometimento em formar uma nova geração de surfistas, bem como seu envolvimento com o universo do surf, que ultrapassa a fronteira do esporte.  

                                                               
Por Amanda Rezende

  

quinta-feira, 16 de junho de 2011

ESPETÁCULO LEVA ACESSIBILIDADE AO TEATRO

Renato Landim

Um menino de nove anos é considerado esquisito pelos vizinhos e colegas de turma. Esse é o ponto de partida para a peça infantil “Um amigo diferente”, que estréia nesta sábado, dia 18, no Oi Futuro, no Flamengo, zona sul do Rio. O musical aponta para os direitos que toda criança e adolescente têm de se manifestar como são. É o primeiro espetáculo para a infância e juventude do Grupo Os Inclusos e os Sisos que com contempla todas as acessibilidades.

A peça destina-se ao público com e sem deficiência. “Um amigo diferente” apresenta em todas as sessões programas em braile, audiodescrição e intérprete da língua brasileira de sinais. O texto e a direção são de Marcos Nauer e no elenco, Bruno Trento, Katya Alessi, Letícia Mendella, Louise Marrie, Mariana Rebello, Pablo Ascoli e Victor Albuquerque.

“Um amigo diferente” estará em cartaz aos sábados e domingos, às 11:30h. A entrada é franca e as haverá distribuição de senhas meia hora antes do espetáculo. A produção avisa que os deficientes visuais que desejem fazer uma visita ao cenário devem chegar às 10:45h e se identificar na bilheteria. O Oi Futuro Flamengo fica na rua Dois de Dezembro, 63.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

PARCERIA PROMOVE CURSOS DE CAPACITAÇÃO PARA DEFICIENTES

Renato Landim

O Instituto Muito Especial e a Prefeitura do Rio firmaram parceria para capacitar as pessoas com deficiência para o mercado de trabalho. O projeto de inclusão digital prevê atender também as empresas para preencher as cotas, em obediência à lei. Estão disponíveis 400 vagas para cursos de porteiro, promotor e repositor de vendas, arquivista, informática, telemarketing, auxiliar de serviços gerais, entre outros. Todos de graça.

A previsão é que as aulas comecem a partir do dia 20 deste mês no Centro de Referência da Assistência Social Nelson Mandela, em Bonsucesso. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 3229-1864. O trabalho vai integrar profissionais do instituto, entre professores e psicólogos, com  assistentes sociais. O presidente do Instituto Muito Especial, Marcus Scarpa, salientou que todos os alunos vão receber apostilas exclusivas e específicas para cada área.

O projeto vai dispor de  intérpretes da língua de sinais, equipamentos adaptados para pessoas com dificuldade de locomoção, material didático para deficientes visuais, além de transporte. Marcus Scarpa acrescentou que haverá um setor de empregabilidade que, após fazer contato com as empresas, tentará inserir os alunos no mercado de trabalho.

com Agência Brasil

terça-feira, 14 de junho de 2011

QUANDO A MONTANHA NÃO VAI A MAOMÉ...

POR EVYE MENDES

Fashion Rio e Rio-à-Porter, no Píer Mauá. (FOTO: Divulgação)

Recentemente, a cidade do Rio de Janeiro foi privilegiada com eventos do mundo da moda. No fim de maio, aconteceu o Fashion Business, na Marina da Glória. E no começo deste mês foi a vez do Fashion Rio e do Rio-à-Porter, no Píer Mauá. Como ocorre todo ano, a capital do nosso estado é escolhida como sede para recepcionar todos esses eventos. E os amantes da moda das outras regiões? Se ela não vem até eles, são seus seguidores que a buscam.

É o caso da estudante de moda Louise Pinelli, moradora da Região Metropolitana do Rio. Ela esteve presente nos três eventos citados, e diz não se importar com o transtorno de ter de ir até outra cidade para estar por dentro das novidades. E, ainda, concorda com a localização dos acontecimentos: “São eventos muito grandes, que exigem uma infra-estrutura enorme, além de que nada mais justo que o evento esteja num lugar onde possua um dos maiores pólos consumidores de moda no Rio”.
Fashion Business, na Marina da Glória. (FOTO: Divulgação)

Se a falta de eventos de “grandeza fashion” do outro lado da Ponte incomoda alguns fashionistas, não é problema para a estudante. “Eu acho que setor da moda por aqui apenas atende as necessidades da população, que não é alta conhecedora e consumidora de moda. Eles, assim como eu, estudante de moda e moradora de São Gonçalo, por não ter poder aquisitivo para me vestir do jeito que gostaria, adéquo a moda as minhas possibilidades”.

Para quem não está disposto a ir longe atrás das tendências, é só ficar de olho nas feiras de moda, que vez ou outra acontecem em diferentes pontos da cidade de Niterói.

COI VISITA RIO COM VISTAS À PARAOLIMPIADA 2016

Renato Landim

Membros dos Comitês Olímpico e Paraolímpico Internacionais visitaram, na semana passada, a cidade do Rio de Janeiro com vistas aos Jogos Paraolímpicos e Olímpicos de 2016. Durante dois dias, o grupo viu de perto o desenvolvimento das obras de infraestrutura e transporte que estão sendo realizadas na cidade, especialmente para as competições.

Presente às reuniões, o presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro, Andrew Parsons, classificou de proveitosos os encontros que serviram para alinhar os trabalhos e projetos para os Jogos. De acordo com o dirigente, o que foi mostrado às entidades é exatamente o que vem sendo feito e ficou, segundo ele, evidente o avanço tanto nos projetos olímpicos quanto nos paraolímpicos.

O presidente do CPB disse ainda que a visita foi relevante para mostrar o envolvimento das três esferas do governo (federal, estadual e municipal) em relação ao esporte paraolímpico no país, com diferentes programas voltados à pessoa com deficiência e ao esporte, da iniciação ao alto rendimento.

Logotipo dos Jogos Olimpicos e Paraolímpicos de 2016 no Rio de Janeiro

segunda-feira, 13 de junho de 2011

BRASIL LUTA PARA CONQUISTAR MAIS UM MUNDIAL DE FUTEBOL

Renato Landim

O Brasil está se preparando para disputar mais um Mundial de Futebol. Não é a Copa 2014 e sim o campeonato mundial de Futebol de 7 para paralisados cerebrais. A competição vai acontecer na Holanda a partir desta sexta-feira e vale vaga para os Jogos Paraolímpicos de Londres, esse ano.

A equipe brasileira segue concentrada na Vila Militar de Deodoro até quarta feira quando viaja para Amsterdã e estréia na competição dois dias depois contra os donos da casa. No Mundial, o Brasil integra o Grupo A, um dos mais fortes, ao lado de Austrália e Espanha, além da Holanda. “Pegamos um grupo bom. Bem forte. Mas quem quer estar entre os primeiros tem que vencer os melhores”, afirma o coordenador nacional de Futebol de 7, Roberto Miranda.

Logotipo do Campeonato Mundial de Futebol de 7, na Holanda


CHICO CORREA: A CABEÇA DO CARNAVAL DA SOUZA SOARES

Quando uma escola de samba entra na avenida, seja do Grupo Especial, do Grupo de Acesso ou aquela que desfila apenas nas ruas de seu bairro, sintetiza um ano inteiro de trabalho intenso. Se nas grandes agremiações as estrelas momentâneas da mídia ocupam cada vez mais o espaço das pessoas humildes da comunidade, nas pequenas elas reinam absolutas. Para fazer tudo funcionar conforme o planejado, o carnaval assemelhasse a uma orquestra, na qual a afinação é fundamental. Aqueles que empurram o carro alegórico, batem um prego, costuram uma lantejoula ou cantam o samba-enredo fazem parte de uma engrenagem complexa sob o comando do carnavalesco, o “maestro” do carnaval.

Ao contrário das grandes escolas, nas menores, o dinheiro é escasso. A solução é apostar na criatividade e contar com a união perfeita da comunidade. Na escola de samba Souza Soares, de Niterói, o responsável é o carnavalesco Chico Correa. Há dois anos à frente da verde e branco de Santa Rosa, Correa não disfarça o orgulho e o semblante de felicidade ao falar sobre o que faz. Nem a última colocação no desfile desse ano tira dele a motivação e garante que tem recebido apoio integral da presidência da escola. Ele diz ter certeza de que os vários problemas pelos quais a agremiação enfrentou sacramentaram o resultado em 2011.  “O pessoal se doou e fez tudo com coração”, destaca Correa, salientando o trabalho das costureiras que trabalharam dia e noite, sem descanso praticamente. “Tudo foi praticamente completado momentos antes de entrarmos em cena”, completa.

O carnavalesco deixa os problemas de lado e exibe, satisfeito, os desenhos das fantasias que seriam confeccionadas, caso o dinheiro chegasse em tempo hábil para o desfile de 2011, que marcou a volta da escola a Niterói após apresentar-se por nove anos em São Gonçalo. Mesmo assim, diz Chico Correa, o enredo “Renasce das cinzas um sonho em verde e branco” foi, em sua opinião, um sucesso. Em 2012, diz ele, será necessário aprender com os erros para voltar com tudo ao Grupo 1.

Carnaval e História têm uma ligação estreita, no entendimento do carnavalesco da Souza Soares. Ele cita como exemplo o desfile de 2009 quando levou à avenida o tema “Maria Quitéria de Jesus, o soldado Medeiros” quando a escola, em sua opinião, fez um bom desfile, mesmo não conquistando o primeiro lugar. Chico Correa demonstra encantamento pelo fato de o carnaval ser um veículo que transmite valores ao povo. “Vimos que muitas pessoas nem sabiam quem ela era”, afirma, referindo-se a militar brasileira, heroína da Guerra da Independência e considerada a nossa versão da francesa Joana D’Arc. “O carnaval é, sem dúvida, uma forma de se levar cultura. Isto é fascinante”, diz ele, entusiasmado.

domingo, 12 de junho de 2011

Passeata dos bombeiros reune milhares em Copacabana



Mais de 27 mil pessoas se reuniram esta manhã de domingo na praia de Copacabana, Zona Sul do Rio, para a passeata dos bombeiros em agradecimento a população. Autoridade, artistas e militares de outros estados também marcaram presença no evento. Os familiares dos 439 bombeiros que foram libertados no sábado do quartel de Charitas, em Niterói, também foram homenagear a corporação.
A Avenida Atlântica foi toda colorida de vermelho. Balões soltos para homenagear os militares. Milhares de pessoas também cantaram o Hino Nacional. A passeata começou em frente ao Copacabana Palace e seguiu até o posto seis.
Os bombeiros coletaram assinaturas para a proposta de emenda à Constituição (PEC) estadual, apresentada por alguns deputados à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que torna possível a anistia à categoria.  

NITERÓI LIDERA LISTA DE CASOS DE AIDS NO RIO

Por Ariane Silva

A cidade de Niterói é a que mais apresenta registros de Aids no Estado do Rio de Janeiro. De acordo com levantamento do Ministério da Saúde, foram contabilizados 154 casos de pessoas soropositivas, no ano passado. A secretaria de Saúde do município garante, no entanto, possuir um dos melhores atendimentos em termos de ambulatório e de internação, e ainda atende a outras cidades da região metropolitana.

Segundo o órgão, Niterói tem convênio firmado com o Grupo pela Vida, cuja  meta é melhorar a qualidade de vida dos portadores do vírus HIV e reinseri-los no convívio com a sociedade, superando preconceitos. O programa é voltado para dois públicos: um destinado a adultos e outro denominado “de jovem para jovem”, no qual destaca-se um trabalho com adolescentes e jovens entre 18 e 25 anos de idade em escolas, comunidades e empresas.

O objetivo desse trabalho é conscientizar a população quanto à importância do uso de preservativos para evitar doenças sexualmente transmissíveis. Os projetos são fruto de parcerias entre as secretarias de Saúde e de Educação de Niterói com o Núcleo Regional da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro.

sábado, 11 de junho de 2011

ECONOMIZAR CONTRIBUI COM O MEIO AMBIENTE

ECONOMIA

Até mesmo os motoristas endinheirados costumam economizar na bomba de combustível. Com preços variando entre R$ 3,00 e 2,50, as dicas bem simples estão presentes: não guardar peças velhas no carro (peso-morto), pois a cada 50kg, um por cento a mais é gasto! Deve-se ficar atento também aos pneus descalibrados, pois deixam os veículos mais pesados e consequentemente consomem mais!  Outra dica é calibra-os uma vez por semana, assim como alinhar a cada 10 mil km o que também gera economia. Manter-se calmo ao volante é sempre uma excelente dica, pois quando se esta estressado, além de acelerar muito evitamos grandes acidentes inclusive fatais.

Heverton Marinho

POVO APOIA BOMBEIROS GREVISTAS

POVO APOIA BOMBEIROS GREVISTAS

Após a prisão dos 439 Bombeiros Militares por invadirem o Quartel general na manhã de sábado, o povo carioca tem demostrado solidariedade aos bravos-heróis. Papéis foram jogados dos carros, e prédios com mensagens de apoio, fitas vermelhas eram presas nos braços de todos que passavam pelo local: " é covardia prender bombeiros, eles  não podem ser tratados como bandidos, a  luta por salários é digna e justa". Até o presente  momento o Governador Sérgio Cabral não se manisfestou para dialogar com representantes da Corporação.

Heverton Marinho

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Enem 2011: Últimos Minutos para Inscrição

por Ariane Silva

Encerram-se às 23:59h as incrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados devem entrar no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais (Inep). O boleto no valor de trinta e cinco reais deverá ser pago até o dia 13/06, somente no Banco do Brasil, os candidatos deverão anotar o número da da inscrição, pois no dia da prova ele poderá ser pedido, principalmente se chegar em cima da hora.

É importante o candidato manter-se atento tanto na hora de fazer a inscrição, quanto ao local e hora da prova. Eventuais dúvidas podem ser tiradas pelo telefone 0800-616161 ou noportal com "passo a passo" do processo em http://www.enem.inep.gov.br/.

Desde 2009, o Enem tem substituído os vestibulares como forma de ingresso nas universidades. Dependendo dos resultados obtidos, os candidatos podem conseguir bolsas de estudo integrais ou parciais, no programa Universidade para Todos (ProUni).

No Balancê da roça

Por Rosa Cristina Geraldino.

Com a chegada do mês de junho, chegam também as famosas festas juninas que trazem em sua história muita tradição e muitas delícias do cardápio nordestino. De acordo com alguns historiadores essa festividade, chegou ao Brasil pelos portugueses, ainda no tempo que o país era colônia. Acredita-se em duas explicações para a denominação uma porque é realizada no mês de junho, a outra é que como teve origem em países católicos e é associada a São João, onde antigamente era chamada de Joanina.
As comidas típicas são na sua maioria feitas do milho, pois é neste período que ocorre a colheita, por isso muitas receitas são deste alimento. Já a dança marcada proveio da Franca, uma característica peculiar das danças nobres, que deu influencia a nossa quadrilha. Por ser comemorada em todos os cantos do país, ela tem uma maior influencia no nordeste, que homenageiam Santo Antônio (dia 12) o famoso casamenteiro, São João (dia 24) e São Pedro (dia 29) padroeiro dos pescadores.
E Niterói e São Gonçalo não fogem a regra e em diversos cantos da cidade, já estão sendo organizados os preparativos para a comemoração dessas inúmeras festividades.  Abaixo confira e aproveite para se divertir e curtir um pouco da nossa cultura. A todos uma boa diversão.
.
  • 10 a 13/06/2011: Grandiosa Festa de Santo Antonio na Covanca. Grátis. Diversas barracas e muitos shows, às 18h. Paróquia de Santo Antônio da Covanca, fica na Rua Marechal Floriano Peixoto, 2149, Neves, São Gonçalo. Informações pelo telefone: 2628-3125.
  • 11 a 13/06/2011: Festa de Santo Antônio na Capela Santo Antônio e Santa Luzia. Grátis. Diversas barracas, às 19h. A capela fica na Travessa Luiz Nascimento Lopes, 109 – Fonseca – Niterói. Maiores informações pelo telefone 2627-16825. Pelo Site: http://www.paroquiasantocristodosmilagres.org/
  • 11 a 13/06/2011: Festa de Santo Antônio na Porciúncula. Grátis! 35 barracas com bebidas, comidas típicas e atividades. Show de forró sempre às 19h. A Igreja Porciúncula fica na Av. Roberto Silveira, Icaraí, em frente ao Campo de São Bento. Info: comunicacao@porciunculaniteroi.com.br. Site: www.porciunculaniteroi.com.br 
  • 22 a 25/06/2011: Festa de São João da Catedral São João Batista.  Missas, almoço, quadrilhas, shows de forró, sorteio de brindes e barracas com comidas típicas e brincadeiras. Info: 2620-2529. A Igreja de São João fica na esquina da Rua São João com Barão do Amazonas, Centro.
  • 29/06 a 03/07/2011: Festa de São Pedro de Jurujuba. Grátis! Missas, barracas com comidas típicas, brincadeiras, brinquedos e shows de forró, sertanejo e pagode. A festa será na Av. Carlos Ermelindo Marins, Jurujuba.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

"É PROIBIDO FUMAR" EM CARTAZ NO CINEMA LEGENDADO DO CCBB

Renato Landim


“É proibido fumar” é o filme em cartaz  esse mês na mostra Cinema Nacional Legendado e Audiodescrito, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro do Rio. Será exibido sábado e domingo, dias 11 e 12, às 16h, com entrada franca e distribuição de senhas uma hora antes das sessões.

O filme, dirigido por Anna Muylaert, tem Glória Pires e Paulo Miklos nos papéis principais, foi produzido em 2009 e tem duração de 85 minutos.

Reprodução do cartaz do filme 'É proibido fumar", no CCBB neste fim de semana

ENCOSTAS NAS COMUNIDADES DE NITERÓI: MP PRESSIONA PREFEITURA POR OBRAS

A proximidade do período de chuvas deixa apreensivas as comunidades da área de Santa Rosa, em Niterói. Preocupado com a questão, o Ministério Público do Rio de Janeiro enviou ações à Justiça exigindo providências da Prefeitura e da Empresa Municipal de Moradia de Niterói (Emusa) quanto às áreas de risco ameaçadas por deslizamento de pedras. Três ações civis públicas haviam sido ajuizadas no início do mês de maio e pouco mais de quinze dias depois, outras cinco ações, com o mesmo teor, foram encaminhadas. O objetivo da medida é elaborar projetos de obras de contenção, drenagem e outras medidas de segurança em encostas, assim como a remoção de moradores de áreas de risco em cinco pontos da cidade, que já sofreram abalos pelas chuvas, em abril do ano passado.

O Promotor Luciano Mattos, autor das ações, salientou que tanto a Prefeitura quanto a Emusa estão desrespeitando normas ambientais e urbanísticas. Além disso, ele considera que venha ocorrendo omissão do poder público em coibir construções em áreas de risco. Ambas têm prazo até o próximo dia 17 para se pronunciar a respeito e adotar as medidas necessárias. A Empresa Municipal de Moradia de Niterói, por sua vez, informou que, em 2006, investiu cerca de R$ 6.600 milhões em infraestrutura com vistas a reduzir o impacto da chuva em todas as regiões da cidade.

Nas comunidades de Niterói, o clima é de tensão a cada pancada forte de chuva, pois ainda estão vivas na memória as imagens do desabamento do morro do Bumba, há pouco mais de um ano. Na Souza Soares, o principal temor está relacionado às pedras, localizadas na parte alta do morro. Segundo moradores, elas podem se deslocar, pondo em risco várias residências. Há dois anos, a aposentada Odete Faria levou um enorme susto. Era madrugada e um temporal provocou avalanche de terra, em razão do movimento das rochas. O forte impacto derrubou uma parede do quarto onde ela dormia e caiu rente à cama. Por sorte, a moradora teve apenas escoriações leves.

De acordo com a aposentada, que vive há 60 anos na Souza Soares, na época do deslizamento, a Prefeitura de Niterói tomou as providências necessárias, interditando o local e removendo os moradores do entorno. Odete Faria disse, no entanto, que o pagamento do aluguel social de R$400 reais nunca chegou foi além de promessa. Sem ter para onde ir, ela foi morar com uma neta, mas não logo retornou a sua casa.
- Não tenho condições de morar em outro lugar e minhas coisas, compradas com sacrifício, estavam aqui. Depois de um tempo, mandei levantar a parede do quarto e voltei pra cá assim mesmo- revelou Dona Odete, salientando que desde então as autoridades não fizeram mais nada quanto aos riscos de um novo episódio.

Revoltado com o caso, o presidente da Associação de Moradores da Souza Soares, Jorge Oliveira, conhecido como Catatau, usou de ironia para falar sobre o drama vivido pela aposentada. “Dona Odete agora tem um novo marido. Toda a noite ela dorme com uma pedra do lado”- brincou, sem deixar de expressar indignação. O líder comunitário confirmou que, na época do deslizamento, técnicos da Defesa Civil vistoriaram a área e condenaram o local. O caso, segundo ele, teve ampla cobertura da imprensa, mas mostrou-se insuficiente para exigir uma postura mais firme das autoridades.

Sobre ameaças iminentes de deslizamentos, a Universidade Federal Fluminense (UFF) realizou um estudo, em 2008, no qual pontuou pelo menos 85 pontos na zona sul de Niterói, enquanto em todo o município há 300 áreas.  De acordo com o relatório, a situação é critica exatamente em Santa Rosa, principalmente nos morros Souza Soares, Atalaia e Viradouro, que tem cerca de 50 localidades que podem vir abaixo em caso de chuva forte. Como medida preventiva, o documento recomenda a instalação de mais estações pluviométricas para medir a velocidade dos ventos, a pressão do ar e a precipitação. Atualmente, a cidade conta com três destes equipamentos, mas nenhum deles funciona. De acordo com os coordenadores do plano da UFF, o mecanismo de medição de chuvas visa mapear as regiões de risco na cidade, além de identificá-las para atuação dos órgãos públicos.


No fundo da casa da aposentada Odete Faria, as pedras que ameaçam rolar.

“ANJOS DA VISÃO” PROMOVE BAILE INCLUSIVO

Renato Landim

O baile “Vem dançar comigo no escuro”, promovido pelo grupo Anjos de Visão, será realizado neste sábado, dia 11, a partir das 19h, em prol das obras sociais da Paróquia Santa Terezinha, na rua Lauro Muller, 83, em Botafogo, ao lado do shopping Rio Sul. O público deve levar 1k de alimento não perecível e todo material arrecadado será distribuído às famílias carentes, cadastradas no projeto Semeando o Bem Viver, administrado pela igreja.

Além de antecipar a comemoração  pelo Dia dos Namorados, haverá o “Bingo Inclusivo Solidário” que irá contar com cartelas em braile e serviço de audiodescrição para os deficientes visuais e o anúncio das pedras sorteadas será feito por intérpretes da língua brasileira de sinais, destinado a portadores de deficiência auditiva.

Fundado em 2008, o grupo Anjos de Visão, iniciativa da produtora de eventos Cheila Felton e do deficiente visual Waldir Lopes, surgiu com a proposta de unir aqueles que não enxergavam que desejavam trabalhar visando a cidadania e qualidade de vida da população. A vontade de superar desafios foi logo contagiando a todos e ganhou adesões ao projeto por parte de pessoas com e sem deficiência física. Um exemplo é o da advogada deficiente visual Deborah Prates, sempre ao lado de seu cão-guia, atual conselheira da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Ordem dos Advogados do Rio de Janeiro, que desenvolve o projeto “Bonecos com Deficiência”.

ASTRO DO NBB APADRINHA BASQUETE DE CADEIRA DE RODAS DA ANDEF

Renato Landim


Jogador do Flamengo, o pivô Bábby será padrinho da equipe de basquete em cadeira de rodas da Andef e vai dar nome ao Centro de Treinamento da instituição. A parceria vai ser firmada em evento marcado para este sábado, dia 11, às 10h, na quadra poliesportiva, em Niterói. Em fevereiro, Bábby visitou as instalações e mostrou-se encantado com a infraestrutura destinada aos atletas de alto rendimento e à comunidade.

Depois da solenidade, será realizada a peneira do Centro de Treinamento Bábby, que terá núcleos espalhados pelo país, um deles estabelecido nas dependências da Andef. De acordo com a coordenadora do CT, Vivian Perez, o Centro constitui em dois times por núcleo, com no máximo 15 garotos por time. "São meninos de comunidade, na qual estaremos envolvendo o basquete de alto rendimento, com a educação e metodologia tanto usada na instituição de Niterói, como na Liga Americana de Basquete (NBA)", afirmou.

Por sua vez, a Andef vai oferecer estrutura física e educacional aos atletas. O CT vai desenvolver ainda clínicas em várias modalidades. A primeira será realizada em agosto com a participação de treinadores dos Estados Unidos, que atuam na Liga Universitária de Basquete.

Bàbby com a camisa do Flamengo (Foto:Bandsport)

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Escolinha de Frescobol Gratuita

A temporada de inverno na Praia de Icaraí, sera marcada pela sua mais nova Escolinha de Frescobol. O objetivo é de incentivar a prática regular de atividades físicas.A partir da primeira semana de julho, as inscrições estaram abertas a toda população e acontecera na arena em frente ao Clube Central. A princípio as aulas estão marcadas para  todas as segundas e quartas a partir  das 18hs. De Acordo com a secretaria Municipal de Esportes, a idéia é mobilizar a maior parte das pessoas a fazerem uma pausa de pelo menos 15min do seu dia a praticarem algum esporte. Para isso várias modalidades esportivas e exercícios estão sendo oferecidos, com programação gratuita e aberta ao público de todas as idades.

por Amanda Rezende

terça-feira, 7 de junho de 2011

SURDOS CARIOCAS CONTAM COM SERVIÇO DE INTÉRPRETE DE LIBRAS DA PREFEITURA

Texto e foto: Renato Landim

Os deficientes auditivos da cidade do Rio de Janeiro podem usufruir, a partir de agora,  da Central Carioca de Língua Brasileira de Sinais. Com ela, ficam acessíveis serviços de informação, tradução para a língua portuguesa, guia intérprete (no caso de surdos-cegos) e curso de Libras.

Com a Central, os interessados dispõem de intérpretes que poderão atuar em diversas situações, como: acompanhamento para atendimento médico, jurídico, entrevistas de emprego, concursos públicos, casamentos, entre outros. Além disso, o serviço, gratuito, será estendido a todas as atividades promovidas pela Prefeitura do Rio.

Ao RIO COMUNIDADE, a secretária da Pessoa com Deficiência, Georgette Vidor, disse que a criação da Central vai possibilitar aos deficientes auditivos maior qualidade de vida, pois, com o auxílio dos intérpretes, os surdos tomam conhecimento do que acontece no mundo, e não ficam à mercê da boa vontade de outras pessoas.

Para utilizar os serviços da Central de Libras, é necessário agendamento prévio pelo telefone (21)2224-1227 ou pelo e-mail: centraldelibras@smpd.rio.gov.br. Outra forma é dirigir-se à sede da Secretaria, que funciona no Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência, na Av. Presidente Vargas, nº 1997, Centro.

Na inauguração da Central Carioca de Libras, a secretária Georgette Vidor (d) com o Sr. Walcenir Souza, da Feneis

segunda-feira, 6 de junho de 2011

ESCOLAS ESPECIAIS NO RIO RECEBEM APOIO DE DILMA CONTRA FECHAMENTO DAS UNIDADES DE ENSINO

Texto e foto: Renato Landim

A presidente Dilma Roussef não vai medir esforços para evitar que as escolas especiais no Rio de Janeiro sejam fechadas. Conversa nesse sentido foi mantida com o Senador Lindberg Farias (PT), na semana passada, em Angra dos Reis, e relatada ao deputado Comte Bitencourt, presidente da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa do Rio. O parlamentar fez o anúncio ao final da audiência pública na última sexta-feira, na Alerj, em que foi debatida a Meta 4 do Plano Nacional de Educação, que será votado nesta terça-feira, em Brasília.

No encontro, vinte e duas representações, entre associações em prol dos deficientes físicos, educadores, alunos, autoridades e sociedade em geral discursaram para um plenário lotado. Os debates, a maioria acalorados, foram unânimes em refutar a emenda do PNE, que prevê universalizar a educação inclusiva de jovens e adolescentes entre 4 e 17 anos na rede regular de ensino. No entanto, o item não garante a permanência da escolaridade nas escolas especializadas e nas classes especiais, como o Instituto Nacional de Surdos (INES) e o Instituto Benjamin Constant (IBC).

Em seu discurso, a diretora do Ines, Solange Rocha, destacou a importância da instituição dentro da esfera do ensino. ”As pessoas precisam entender que isso nos afeta diretamente. Queremos educação e inclusão, sim, mas as duas com qualidade”, frisou. O deputado Márcio Pacheco, presidente da Comissão da Pessoa com Deficiência da Alerj, observou que a audiência mostrou que a sociedade tem poder.

O deputado Comte Bitencourt salientou que as propostas apresentadas serão encaminhadas aos parlamentares da bancada federal, notadamente aqueles que abraçam o debate sobre educação inclusiva. Presente a audiência no Rio, o deputado federal Otávio Leite (PSDB-RJ), presidente da Frente Parlamentar da Pessoa com Deficiência da Câmara, colocou-se como responsável por defender, em Brasília, as propostas discutidas na Alerj. A discussão em torno do Plano, segundo o parlamentar, precisa priorizar a educação de qualidade e também a inclusão. A reunião também contou com as participações dos deputados estaduais Marcelo Freixo (Psol) e Robson Leite (PT), ambos membros da Comissão de Educação, além do deputado federal Chico Alencar (Psol-RJ) e dos vereadores do Rio Paulo Messina (PV) e Eliomar Coelho (Psol).

Plenário lotado ouve atento às críticas de diversos setores contra a meta 4 do Plano Nacional de Educação, em audiência pública, na Alerj

domingo, 5 de junho de 2011

Um herói que não é reconhecido

Todo domingo, o blog Rio Comunidade fala sobre algum fato que tenha acontecido na cidade do Rio de Janeiro, Niterói ou São Gonçalo. O objetivo é estar sempre atualizando os leitores. Hoje o post será um pouco diferente. Vamos deixar para você que lê uma pergunta. Será que é justo um bombeiro que arrisca sua própria vida para ganhar um salário líquido de R$ 900?
Nesta sexta-feira, a Associação de Cabos e Bombeiros do Rio de Janeiro entrou em greve, que se agravou com a invasão ao quartel central da corporação. A manifestação durou mais de dez horas e só terminou com a invasão da polícia militar que entrou soltando bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. Várias pessoas passaram mal, inclusive mulheres e crianças, familiares dos manifestantes. Os detidos foram levados para a Corregedoria da PM, em São Gonçalo.
Os bombeiros voltaram, neste domingo, a realizar manifestações em frente à Assembleia Legislativa do Estado. Desta vez, eles protestaram pela libertação dos 439 colegas presos no sábado. Os manifestantes pedem mudanças urgentes para o governador Sérgio Cabral, que fez questão de classificar os invasores como “deliquentes” e “vândalos”.
Porém, antes do governador classificar qualquer um dos envolvidos, ele deveria saber primeiro o que os bombeiros estão reivindicando. Enquanto os nossos vereadores ganham um ‘salário mínino’ de R$ 18 mil e estes ‘delinquentes’ recebem líquidos  R$ 900. Nossos políticos se queixem de receber um carro de R$ 60 mil para trabalhar, os bombeiros não tem nem direito a vale transporte. Um salva-vidas hoje vai para a praia sem ter nem sequer um pé de pato, um protetor solar e água.
O governador não deve lembrar que quando existe qualquer acidente com vítimas, incêndio, deslizamentos, afogamentos e até mesmo um gato preso em cima da árvore, são os bombeiros que são chamados. Estes homens arriscam suas vidas todos os dias para salvar o próximo. Agora, vale a pena parar e pensar se esses heróis não merecem condições melhores de exercer seu trabalho.


Clayton Genelhu

sábado, 4 de junho de 2011

VAGAS EXCLUSIVAS PARA DEFICIENTES SÃO TEMA DE CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO EM NITERÓI

Renato Landim

A Secretaria Municipal de Acessibilidade e a Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans) realizaram uma ação educativa de conscientização dos direitos de estacionamento destinado aos deficientes físicos. A primeira etapa do programa “Estacionamento Cidadão” circulou pelas principais ruas de Icaraí, entregando panfletos educativos aos motoristas informando sobre a questão. Além disso, os fiscais do projeto colocaram cadeiras de rodas nas vagas para carros sem reservas como outra forma de alerta aos condutores. No encosto delas, um recado voltado aos motoristas ressaltava: “Fui ali um minutinho, volto já”. De acordo com os organizadores, essa expressão é o argumento mais utilizado por pessoas que costumam utilizar as vagas exclusivas para deficientes físicos.

A diretora administrativa e chefe do departamento de educação para o  trânsito da Nittrans, Anamélia Talask explicou que está foi uma ação de conscientização. “Uma das reclamações mais constantes que recebemos, através da nossa ouvidoria, é a de motoristas que estacionam nas vagas reservadas. Nosso objetivo é fazer com que o motorista sinta na pele o transtorno que os deficientes passam.”, explica.

Segundo o Jornal O Fluminense, a campanha dividiu opiniões. Muitos motoristas ficaram surpreendidos com as cadeiras de rodas colocadas nas vagas não destinadas aos deficientes. Dois deles chegaram a ocupar a vaga temporariamente, deslocando a cadeira de rodas para outra posição, mas ao perceberem o objetivo das equipes, optaram por desistir de estacionar naqueles locais. Segundo a publicação, alguns deles apoiaram a iniciativa, destacando seu caráter educativo, enquanto outros manifestaram repúdio ao “Estacionamento Cidadão”, reclamando quanto a ocupação das vagas pelas cadeiras dos deficientes, inclusive ameaçando a reportagem que cobria a ação.

A NitTrans informa ainda que para obter o cartão de estacionamento de vaga especial o beneficiado (deficiente físico ou idoso) deve dar entrada no protocolo do órgão que fica na Praça Fonseca Ramos s/n , sobreloja da Rodoviária Roberto Silveira. Os interessados precisam levar o atestado médico, no caso de deficiente, e, para os idosos, a documentação original.   


Nas ruas de Niterói, mostorista recebe panfleto de um fiscal da Secretaria de Acessibilidade e do presidente da NitTrans, Sérgio Marcolini

sexta-feira, 3 de junho de 2011

COMUNIDADES DE SANTA ROSA ENCONTRAM UMA NOVA GUILHERME BRIGGS

Após um longo tempo em meio a obras de reforma e infra-estrutura, o Colégio Estadual
Guilherme Briggs apresenta um novo quadro para os moradores das comunidades Souza Soares, Beltrão e Viradouro, em Santa Rosa, Niterói. Fundada em 29 de julho de 1982, a escola conta com turmas dos ensinos fundamental, médio e de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Tendo como meta a disciplina em primeiro lugar, a nova direção da unidade implantou um regimento interno no qual todos os alunos do Guilherme Briggs devem seguir. Nele, uma lista de quinze itens informa aos estudantes direitos e deveres a serem obedecidos. A cartilha faz referencia também a assuntos ligados às faltas, uniformes e normas de conduta para com colegas de turma, professores e funcionários.

Um dos tópicos proíbe danificar as dependências do colégio. De acordo com a diretora Alcinéia Rodrigues, no cargo desde o ano passado e professora do colégio há 23 anos, o Guilherme Briggs apresentava paredes e muros pixados, banheiros arrebentados com condições higiênicas ruins, entulho na parte da frente da unidade, entre outros.

Quanto aos deveres do aluno, de acordo com as normas, estabelecem respeito aos professores e aos colegas de turma,  rechaçando o chamado “bullyng”, tema corrente na maioria das escolas brasileiras. Também é preciso zelar pelos bens móveis e, em caso de dano ao patrimônio, o responsável precisará fazer a reposição em tempo hábil. De acordo com a direção do Guilherme Briggs, o regimento vem sendo respeitado.

Numa tentativa de aproximar o colégio das comunidade vizinhas foi promovida a Semana da Família na Escola, que aconteceu entre os dias 16 e 20 de maio. O encontro serviu para firmar o vínculo entre as partes, procurando fortalecer o comprometimento com a educação. O projeto contou com depoimentos de ex-alunos, inclusive do atual presidente da associação de moradores da Souza Soares, Jorge de Oliveira, além de  palestras sobre psicologia  e oficinas de grafite e cursos do SENAC. Na oportunidade, os alunos apresentaram a escola a familiares, o que, na opinião da diretora, ratifica o compromisso das partes quanto à importância do ensino.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

AUDIÊNCIA PÚBLICA NA ALERJ DISCUTE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Renato Landim

A Assembléia Legislativa do Rio realiza nesta sexta-feira, dia 3, às 10 horas, audiência pública na qual vai discutir a educação inclusiva, contida na meta 4 do Plano Nacional de Educação (PNE) 2011/2020. As Comissões da Pessoa com Deficiência e de Educação pretendem discutir com pais, alunos, professores e a sociedade em geral os pontos fundamentais desse artigo.

A meta 4,entretanto, não garante a permanência dos alunos com deficiência nas escolas especializadas, assim como nos Centros de Referencia, entre os quais o Instituto Nacional de Surdos (INES) e o Instituto Benjamin Constant (IBC). Além disso, não garante a opção da família quanto a modalidade de atendimento de educação em qualquer nível de ensino, obedecendo às necessidades específicas do estudante. De acordo com o deputado Márcio Pacheco, presidente da Comissão da Pessoa com Deficiência da Alerj, inclusão significa bem estar, por isso ninguém está de acordo com as propostas apresentadas pelo Plano Nacional de Educação. Para o parlamentar, as alterações precisam ser feitas para atender às necessidades dos alunos e todos os envolvidos com a defesa da pessoa com deficiência.

O plano elaborado pelo Ministério da Educação consta de 20 metas e pretende, em dez anos, tornar única a educação básica para crianças e jovens entre 4 e 17 anos, além do atendimento aos estudantes com deficiência.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Saúde de São Gonçalo tem novidade

Por Tiago Gomes

O novo secretário de Saúde do município de São Gonçalo, Márcio Panisset, que está no cargo há duas semanas, lançou o novo Programa de Feridas Crônicas, desenvolvido no Pronto Socorro São Gonçalo (PSSG). A expectativa é evitar que os pacientes, que estejam correndo risco de perder partes do corpo com amputações, sejam obrigados a fazê-las. Cerca de 100 pessoas estão sendo atendidas atualmente. “O programa conta com uma equipe de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionistas e assistentes sociais capacitados que dão o suporte necessário ao paciente para que o tratamento seja eficaz”, disse o secretario.