Loading...
NOSSA PROPOSTA

Este blog é uma realização de jovens jornalistas da Universidade Salgado de Oliveira, em Niterói, trazendo o que acontece na cidade e adjacências nas áreas de educação, moda, cultura, lazer, esportes, política, economia, responsabilidade social e temas da atualidade, destacando o jornalismo comunitário.

Pesquisar este blog

terça-feira, 14 de junho de 2011

QUANDO A MONTANHA NÃO VAI A MAOMÉ...

POR EVYE MENDES

Fashion Rio e Rio-à-Porter, no Píer Mauá. (FOTO: Divulgação)

Recentemente, a cidade do Rio de Janeiro foi privilegiada com eventos do mundo da moda. No fim de maio, aconteceu o Fashion Business, na Marina da Glória. E no começo deste mês foi a vez do Fashion Rio e do Rio-à-Porter, no Píer Mauá. Como ocorre todo ano, a capital do nosso estado é escolhida como sede para recepcionar todos esses eventos. E os amantes da moda das outras regiões? Se ela não vem até eles, são seus seguidores que a buscam.

É o caso da estudante de moda Louise Pinelli, moradora da Região Metropolitana do Rio. Ela esteve presente nos três eventos citados, e diz não se importar com o transtorno de ter de ir até outra cidade para estar por dentro das novidades. E, ainda, concorda com a localização dos acontecimentos: “São eventos muito grandes, que exigem uma infra-estrutura enorme, além de que nada mais justo que o evento esteja num lugar onde possua um dos maiores pólos consumidores de moda no Rio”.
Fashion Business, na Marina da Glória. (FOTO: Divulgação)

Se a falta de eventos de “grandeza fashion” do outro lado da Ponte incomoda alguns fashionistas, não é problema para a estudante. “Eu acho que setor da moda por aqui apenas atende as necessidades da população, que não é alta conhecedora e consumidora de moda. Eles, assim como eu, estudante de moda e moradora de São Gonçalo, por não ter poder aquisitivo para me vestir do jeito que gostaria, adéquo a moda as minhas possibilidades”.

Para quem não está disposto a ir longe atrás das tendências, é só ficar de olho nas feiras de moda, que vez ou outra acontecem em diferentes pontos da cidade de Niterói.

Nenhum comentário:

Postar um comentário