Loading...
NOSSA PROPOSTA

Este blog é uma realização de jovens jornalistas da Universidade Salgado de Oliveira, em Niterói, trazendo o que acontece na cidade e adjacências nas áreas de educação, moda, cultura, lazer, esportes, política, economia, responsabilidade social e temas da atualidade, destacando o jornalismo comunitário.

Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de junho de 2011

BÁBBY INAUGURA CT NA ANDEF

Texto e fotos: Renato Landim

A Andef ganhou um núcleo do Centro de Treinamento do jogador de basquete Bábby, pivô do Flamengo no último NBB. Um evento na quadra da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos, em Rio do Ouro, marcou, no sábado, dia 11, o apadrinhamento do atleta junto a equipe de basquetebol em cadeira de rodas da instituição. Além disso, a iniciativa vai permitir que jovens de comunidades carentes e pessoas com necessidades especiais façam cursos de capacitação, sendo acompanhados por técnicos e médicos, alguns deles do exterior.

O espaço em Niterói é o terceiro núcleo no país inaugurado por Rafael Araújo, curitibano de 30 anos, com passagem pelo Utah Jazz, da NBA, a liga de basquete dos Estados Unidos. Por sua vez, a Andef vai ceder instalações e fica responsável por aulas de inglês, português e informática. Bábby irá promover clínicas com os jovens em diversas modalidades. Aqueles que se destacarem, depois de passar por peneiras, vão receber todo incentivo no esporte, podendo jogar e estudar fora do Brasil.

O ponto alto da festa foi um amistoso entre as equipes de basquete de cadeira de rodas da Andef e da Adezo. Perto do fim do jogo, Bábby entrou na partida e deu um exemplo de inclusão social. “Jogar com a cadeira é muito difícil, mas fiz até algumas cestas. Eles estão de parabéns e espero contribuir para o sucesso do pessoal da Andef”, disse Bábby.

No intervalo, o grupo de dança Corpo em Movimento da Andef fez uma apresentação que contagiou a todos, inclusive as crianças dos projetos sociais Basquete de Rua do Cezarão Santa Cruz. Bábby contou que sempre pensou em trazer um programa desse tipo para o Brasil, baseado em sua experiência no exterior. O jogador contou que o esporte mudou os rumos de sua vida e que tem raízes nas comunidades carentes. “Mais do que fazer atletas, nosso pensamento é formar cidadãos”, completou.
Bábby e o time de basquete de cadeira de rodas da Andef

Bábby(com a bola) tentando um passe no amistoso contra a Adezo

Grupo Corpo e Movimento durante apresentação no intervalo do jogo amistoso.Emocionou a todos

Nenhum comentário:

Postar um comentário